Pages Navigation Menu

"Estejam sempre preparados para responder a qualquer que lhes pedir a razão da esperança que há em vocês." 1 Pedro 3:15

2. ACEITAR uns aos outros

Aceitação! Atitude indispensável em todos os bons relacionamentos. O apóstolo Paulo escreveu aos Romanos:

02 Aceitar

“Que Deus, aquele que concede paciência e ânimo, os ajude a viver em completa harmonia uns como os outros, como convém aos seguidores de Cristo. Então, todos vocês poderão se unir em uma só voz para louvar e glorificar a Deus […]. Aceitem-se uns aos outros como Cristo os aceitou, para que Deus seja glorificado” (Rm 15.5-7). Noutra versão: “Acolhei-vos uns aos outros […]” .

Que texto! Uma dica tremenda para vivermos em harmonia e melhor cultuarmos e glorificarmos a Deus!

Como ensinam os mestres da psicologia, para melhor aceitarmos os outros, precisamos aceitar a nós mesmos; para abraçarmos os outros com sinceridade, precisamos abraçar a nós mesmos. Precisamos reconhecer nossos erros e potencialidades, e, então, com oração e humildade, corrigir aqueles e desenvolver estas, admitindo que, nesta vida, nunca seremos perfeitos. Isto nos ajuda a aceitar os outros de igual modo. Melhor ainda, “como Cristo os aceitou”.

Como é importante nos sentirmos aceitos em nossa família, igreja e trabalho! Se é importante para nós, é importante para os outros também.

Tendemos a aceitar e acolher em nosso coração e contexto somente aqueles que nos são naturalmente simpáticos, que pensam como nós, cujos temperamentos se assemelham ao nosso, de cujas companhias e amizades esperamos tirar algum proveito (?). Contudo, o texto acima ordena que nos acolhamos “uns aos outros” indistintamente. E tem este outro: “Aceitem os que são fracos na fé […] pois Deus os aceitou” (Rm 14.1,3. Ver Sl 27.10; 36.7). Jesus desenvolveu relacionamentos mais próximos com 12 homens (inclusive Judas) e algumas mulheres (inclusive Madalena), mas acolhia a todos que dele se aproximavam (Lc 9.11).

Mesmo numa pandemia, podemos e devemos praticar aceitação e, assim, estabelecer e fortalecer bons relacionamentos. Ore por seus familiares, irmãos e amigos; telefone, envie mensagens, participe das reuniões on-line… Deus o abençoe!

Éber Lenz César (eberlenzcesar@gmail.com)

Leia as outras mensagens desta série:

1. Mais que AMIGOS

2. ACEITAR uns aos outros

3. ENCORAJAR uns aos outros

4. SUPORTAR uns aos outros

5. CONSOLAR  uns aos outros

6. ACONSELHAR uns aos outros

7. CONFESSAR uns aos outros

8. AMAR uns aos outros

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *